edifício cinderela

tenho às vezes essa ideia de que se eu achar o apartamento certo vou ser feliz em são paulo. um apartamento antigo, espaçoso e iluminado. chão de taco escuro, janelas grandes. santa cecília ou higienópolis. teve uma época em que eu atravessava higienópolis todos os dias. passava de carro pelas ruas arborizadas admirando os prédios art déco, art nouveau, sonhava com aqueles apartamentos tão cheios de histórias, queria morar no edifício cinderela. minha vontade era morar lá porque sempre senti que é difícil fazer parte de um lugar onde você não nasceu e acho que quando você mora num apartamento antigo pode carregar consigo um pouco da história daquela cidade. sonhei com tardes de sábado regadas a whisky e billie holiday, a casa com poucos móveis, eu dançando distraída na ponta dos pés, você olhando pra mim. você lambendo os dedos dos meus pés no chão da casa semi-vazia. e a billie lá destilando a sua melancolia enquanto o álcool trazia o lusco-fusco e deixava a noite entrar devagarinho nos nossos olhos. blue moon… now I’m no longer alone, without a dream in my heart, without a love of my own.

2 Respostas para “edifício cinderela

  1. nos meus sonhos com o ed cinderela o ap era meio vazio, eu subia sozinha com as compras no elevador, algum móvel de fórmica, uma festa. agora tb tem eu tomando um uísque contigo na sala a divagar e bailar. tem espaço p mim noutro conto?