do exílio

– a saudade é amplificada pela distância e ganha novos contornos, oito mil quilômetros não são oitocentos. nem sei onde fica a rodoviária, moro ao lado do aeroporto;
– toda e qualquer música brasileira me leva num passeio inusitado às mais remotas épocas. me lembro de pessoas e situações profundamente esquecidas — algumas boas, outras nem tanto;
– afeto é agora qualquer coisa de extremamente importante. altera os julgamentos, embaça os olhos e aperta o coração. um abraço é sempre um abraço;
– portugal não é um país tropical e anda fazendo muito frio;
– a solidão continua a ter demasiado peso, seja pro bem, seja pro mal. vinho bom e barato é sinônimo de boa companhia, assim como o cineminha solitário no meio da tarde;
– falar a mesma língua não significa quase nada. em outro país você é sempre um estrangeiro, até pra si próprio;
– saber cozinhar ajuda, principalmente com fácil acesso às dicas culinárias dos familiares via skype;
– skype, aliás, ajuda na saudade, mas não sacia;
– boa literatura cura ansiedades. os clássicos são maravilhosos, mesmo que sejam cada vez mais ignorados e desmerecidos e mastigados pela pós-modernidade.
– escrever é difícil, mas fica cada vez mais fácil;
– memórias são delícias ou tormentos que criamos pra sobreviver, melhor ainda que elas sejam criadas e revisitadas numa cidade bonita como lisboa;
– meu sangue, mesmo que contenha tons azuis, é latino, e minh’alma, cativa:

2 Respostas para “do exílio

  1. Helena Ales Pereira

    amore, gostei tanto, mas está triste…

    beijo grande (com muito amor e que possa ajudar a colmatar as tuas distâncias) : )

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s