We can sleep when we get home

Nunca morri, nem tampouco me sinto fortalecida. Então vamos brincar de ser gente adulta, vamos nos reunir e beber. Falar de como somos crescidos, independentes, de como é sofrida a vida na cidade grande, e de como vencemos no auge da nossa pós adolescência tardia. Celebrar nossas pequenas misérias com champagne barato, flores de plástico e maconha seca. Vamos invadir nossas privacidades e nos amar pelo mesmo motivo que nos odiamos. Encontraremos conforto em antigas teorias que nos dizem o mundo em léxicos enfeitados. Brindaremos ao amor, ao tesão, ao dinheiro como se, de fato, os tivéssemos. Vamos rir de nós mesmos. Vamos rir do vizinho pelado e seu pau pequeno, das putas flácidas e desdentadas, do solitário e ranzina dono da banca de jornais. Vamos rir sem culpa. Dançaremos ao som de músicas que nos preenchem algum espaço vazio cuja existência desconhecemos. Nunca estivemos errados, nem tampouco certos. Então vamos.

7 Respostas para “We can sleep when we get home

  1. muito bom, mesmo.

  2. Então vamos! Sexta, pode ser?

  3. Vim por dica da Pat. Adorei

  4. belíssimo! parabéns

  5. lindo, mariana :)

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s